Roteiros De Replicação Da 303

 

Aviso: Copie (ctrl + c) e cole (ctrl + v) a estrutura do incio desta pgina ao final do ltimo texto e publique o seu resumo! No cole o seu texto feito no Word! Por que seno a formatao fica estragada… Deixe a preguia de lado!

Cabealho

Nomes dos Integrantes, Turma, Colgio, data e ano

Licena de Distribuio

O trabalho est distribudo sob que licena de uso! Siga esta pgina para escolher (e entender o porqu) a licena de distribuio do seu grupo.

Formalismo Terico

Aqui os alunos descrevero a funo de cada bloco do circuito. Ex. A bobina tem a funao de xxxxxxxx, o capacitor varivel junto com o resitor a tem a funo XXXXXXX e etc

Dicas de Construo

Aqui os alunos revelaro detalhes prticos que s foram descobertos colocando a mo na massa. Ex. Dica para soldar a antena, e etc

Referncias Bibliogrficas

Toda a bibliografia consultada!


Cabealho

Colgio Pedro II Unidade Escolar Centro, Turma 303

  • Artur de Souza
  • Bruno Bottino
  • Igor Ramos
  • Talita Calaa

Trabalho postado em 12 de novembro de 2007 d.C.

Licena de Distribuio

Este trabalho est distribudo sob uma Licena Creative Atribuio-Uso No-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licena 2.5 Brasil Commons

Formalismo Terico

  • A funo da bobina gerar um campo eltrico e um campo magntico, os quais, juntos, so o que se pode chamar de onda eletromagntica. O transistor tem como funo amplificar a onda e a antena faz com que ela se propague.
  • A funo dos capacitores suavizar a sada de uma onda retificada completa ou meia onda.
  • Os resistores so limitadores de corrente. Uma vez que a d.d.p. da bateria constante e o circuito necessita da passagem de uma corrente de determinada intensidade utiliza-se resistores que iro limitar a corrente de acordo com a Lei de Ohm → U=R.i
  • O capacitor varivel tem como funo definir a freqncia de transmisso. Ao alterar sua capacitncia a freqencia da onda transmitida alterada.

Dicas de Construo

  • Tivemos dificuldade ao soldar a antena. Parece que o professor adivinhou quando sugeriu uma dica para soldar a antena no roteiro. Mas acabamos fazendo pelo mtodo difcil: derreter a solda, colocar a antena e esperar imvel at que a solda solidificasse novamente. Depois ocorreu que poderamos ter prendido a antena na mesa com fita adesiva na posio certa e ela no ficaria caindo. J era tarde.
  • Outra dificuldade foi o trimer (o capacitor varivel) que, diferente do descrito nas instrues, tem 2 e nao 3 pernas. A soluo foi sold-lo em uma posio e testar o transmissor. No conseguindo nem sombra de resultado invertemos sua posio e pudemos conferir o que j supnhamos: de acordo com a Lei de Murphy, ns s poderamos ter errado a posio na primeira tentativa. Para que ningum que leia este trabalho seja vtima dessa mesma lei: o lado cuja perna vai at a parte de cima fica preso placa e a outra, obviamente, ao quadrado superior direito.
  • Os anis de nossa bobina ficaram um pouco prximos uns dos outros. Desconfiamos que esse fato tem a maior parte da culpa pelo sinal fraco de nosso transmissor. Vale lembrar ento que bom que haja uma distncia razovel entre cada uma das voltas da bobina, que no pode ser nem muito grande nem muito pequena.
  • Use um ferro de solda “limpo”. Perdemos uma tarde inteira tentando fazer o trabalho porque estvamos usando um ferro de solda que estava escuro devido reao do metal com o oxignio do ar, que acontece em grande velocidade quando se esquenta a solda. O trabalho, que no ficou pronto em uma tarde inteira, depois de raspado o ferro de solda com uma chave de fenda, foi refeito do incio ao fim em uma hora.
  • A pergunta que no quer calar. Talvez no sejamos os nicos que no compreenderam de imediato: “Para que o manual de construo pede palitos de dente?”. Depois de pensar bastante em como girar o trimer surgiu uma sbita compreenso da funo dos palitos de dente. A partir da pudemos testar nosso transmissor.
  • No temos muitas dicas de construo porque, exceto pelos j mencionados, no tivemos muitas dificuldades para montar o transmissor. Caso a pessoa que deseje montar o transmissor no tenha experincia com solda pode ser um pouco mais complicado executar o projeto, mas ainda assim uma tarefa relativamente fcil.

Referncias Bibliogrficas

Eletricidade e Magnetismo | Eletromagnetismo - Noes sobre Oscilaes Eltricas e Ondas Eletro http://efisica.if.usp.br/eletricidade/basico/ondas/

Eletricidade e Magnetismo (Bsico) | Polarizao das ondas eletromagnticas | e-fsica http://efisica.if.usp.br/eletricidade/basico/ondas/polarizacao_ondas_eletromag/

Capacitor - Wikipdia http://pt.wikipedia.org/wiki/Capacitor



Voltar para Escritos da 303

=======

Colgio Pedro II
Unidade Centro                                            
            Trabalho De Fsica                     Nomes: Luisa      n 18
            Projeto de aprendizagem                       Souhayl    n 23
            Transmissor FM Didtico                Turma:              303
                                                   Data : 12/11/07

                         CC

Esse Trabalho est licenciado sob a licena Creative Commons

 Attribution-Non Commercial?-Share Alike? 2.5 Netherlands
                   License. cc

Formalismo terico

   A placa do cobre d forma ‘  placa de circuito ‘ para o transmitor  
   chamada fenolite de uma face. Em um dos lados  coberta com cobre,
   e do outro uma espcie de resina.

     Os resistores limitam a intensidade de corrente eltrica 

            O resistor de 470 Ohm (amarelo, violeta, preto,marrom)

            O resistor de 27k (vermelho, violeta, preto, laranja marrom)

            O resistor 10k Ohm  (marrom, preto, laranja, marrom)

      Os capacitores retificam e estabilizam a corrente eltrica

            O capacitor 10pF normalmente vem com um 10 escrito 
             e o 0.01uF vem com “103”

            O capacitor polarizado

     Trimer. Nesta parte, voc pode mudar a freqncia de seu transmissor

     Entrada de Audio , voc conecta a um dispositivo de msica

     Suporte de bateria , Voc conecta a bateria de 9v

     A Antena ,  utilizada para transmitir o sinal para o rdio 

     Transistor BC 337? amplifica as freqncias de rdio geradas pelo 
     descanso do circuito

     A bobina gera a energia eletromagntica (ondas de rdio)

Dicas De construao

      Matenha a area de trabalho limpa 
      Dobre as pontas dos capacitores para melhor ficsaao

      Atenao ao cortar a placa de cobre e no momento de colar os botoes
      com a cola

      Fique atento com o ferro de solda para nao ocorrer ferrimentos,
      matenha distncia dos olhos

     A parte mais complicada  a do transistor BC 337?. Se
     esta parte no for feita corretamente, o transmissor po-
     der no funcionar.


    O encaixe da bateria tem dois fios unidos a ele, um ver-
    melho, um preto. 

    A  bobina  tentador segurar a bobina com os dedos, mas  uma m
    idia. A soldagem da bobina  um pouco difcil.

Referncias Bibliogrficas http://www.noturnafm.com.br/mini-trasmissor/ youtube.com/watch?v=uuqYjSug9tA&search=podcast >>>>>>>

Colgio Pedro II - Unidade Escolar Centro Alunas: Josiane do Vale; Lvia Cristina; Patrcia Valverde; Suany Vitelli Ns: 12; 15; 21;24

Turma: 303				Data do trabalho: 13/11/2007


                           Formalismo Terico

Antena o dispositivo cuja funo transformar energia eletromagntica guiada pela linha de transmisso em energia eletromagntica irradiada, pode-se tambm dizer que esta lei serve tambm no sentido inverso, isto , transformar energia eletromagntica irradiada em energia eletromagntica guiada para a linha de transmisso. Portanto, sua funo primordial em qualquer comunicao onde exista radiofreqncia.

O cobre um dos metais mais importantes industrialmente, de colorao avermelhada, dctil, malevel e bom condutor de eletricidade.Conhecido desde a antiguidade utilizado, atualmente, para a produo de materiais condutores de eletricidade (fios e cabos ), e em ligas metlicas como lato e bronze. Transistor: funes principais so amplificar e chavear sinais eltricos. Capacitor :Os formatos tpicos consistem em dois eletrodos ou placas que armazenam cargas opostas. Estas duas placas so condutoras e so separadas por um isolante ou por um dieltrico. A carga armazenada na superfcie das placas, no limite com o dieltrico. Devido ao fato de cada placa armazenar cargas iguais, porm opostas, a carga total no dispositivo sempre zero. Um resistor (chamado de resistncia em alguns casos) um dispositivo eltrico muito utilizado em eletrnica, com a finalidade de transformar energia eltrica em energia trmica (efeito joule), a partir do material empregado, que pode ser por exemplo carbono. Em geral, bem fcil fazer o rdio, havendo uma pequena dificuldade na compra das peas necessrias, pois em sua maioria so em lojas diferentes. -Observaes durante o processo de montagem: Fizemos algumas descobertas ao longo da montagem do rdio. Elas so: A soldagem mais fcil se derreter a solda ainda no ferro de soldar e pingar. O corte da placa de cobre deve ser feito pela parte cobreada, pois se fizer pelo outro lado desfolha o cobre. O trimer de duas pernas tambm funciona, no havendo necessidade de colocar o de trs, que mais difcil de achar, porm mais complicado de soldar, pois as pernas so muito curtas. O fio de cobre somente vendido por 10 metros podendo ser dividido por vrios grupos. Sendo desnecessrio cada grupo comprar o seu. O cabo de audio tambm pode ser dividido por dois grupos. Deve-se ter cuidado no momento da soldagem, pois no pode deixar a solda cair sobre o resistor, pois caso ocorra inutilizaria o rdio. No deve-se inalar o vapor que sai do ferro de soldar, pois prejudicial a sade por ser metal pesado.

O calor do ferro de soldar muitas vezes acaba por descolar as placas de 8mm.

Deve-se raspar o ferro de solda,para facilitar a soldagem, quando houver muito resduo. H um certo pr-conceito em relao a mulheres utilizando ferro de soldar, o que desnecessrio, pois o grupo formado somente por mulheres e na prtica todas acharam fcil. O metal altera a frequncia da transmisso no trimer. Bibliografia: www.wikipdia.com.br <a rel=“license” href=“http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/”> <img alt=“Creative Commons License” style=“border-width:0” src=“” /> </a> <br />Esta obra est licenciada sob uma <a rel=“license” href=“http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/”>Licena Creative Commons</a>.


Colgio Pedro II Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2007

Alunos: Karina Glech n 13

            Nathlia Alves  n 20
            Valquria de Castro  n 27
            Vanessa Pires  n 28
            Guilherme Monteiro  n 33

Turma: 303

* Licena de Distribuio

<a rel=“license” href=“http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/br/”> <img alt=“Creative Commons License” style=“border-width:0” src=“” /> </a> <br />Esta obra est licenciada sob uma <a rel=“license” href=“http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/br/”>Licena Creative Commons</a>.

* Formalismo Terico

> Bobina: Indutor que gera um campo eletromagntico. Ela recebe a corrente eltrica da bateria e a condensa, alm de mandar essa corrente enquanto a chave de contato estiver ligada.

> Plug de udio: Serve para conectar o circuito ao aparelho que emitir uma freqncia. Exemplos: mp3, ipod, cd player, rdio.

> Placa de cobre: Serve de base para construo do transmissor e condutor de energia eltrica.

> Resistores: Limitam a intensidade de corrente eltrica

> Capacitores: Armazenam energia num campo eltrico estabelecido entre os condutores

> Trimer: Determina a freqncia em que funcionar o transmissor.

> Transistor: Controla o fluxo de energia.

> Antena: Receptor de ondas eletromagnticas que capta a energia eletromagntica, introduzindo-a no aparelho sob forma de impulsos eltricos.

> Conector da bateria: por onde passa a corrente para o circuito.

* Dicas

- Ao cortar a placa:

Ateno ao marcar as dimenses da placa que deseja cortar. Marque com alguns milmetros de sobra, pois no preciso o corte com o alicate e a placa pode ficar menor que o esperado. Cuidado com os olhos, pois ao cort-la estilhaos podem voar.

- Ao colocar os quadrados pequenos placa:

Ateno ao espao entre os quadrados e ao espao deixado entre as extremidades da placa e os quadrados, pois uma mesma pea pode precisar ser soldada em quadrados diferentes, e devem alcanar os dois, assim como preciso soldar peas placa utilizando o espao deixado entre os quadrados e as extremidades da placa.

- Ao soldar as peas placa:

Pode ser complicado soldar as peas diretamente placa, para isso preciso pacincia e um bom ferro de solda.

- Ao soldar o trimer:

Cuidado ao soldar o trimer para no encostar o ferro de solda nas partes de plstico da pea para no danific-la.

- Ao soldar o plug de udio, a antena e o fio da bateria:

Cuidado para no encostar o ferro de solda nos fios e derret-los.

- Ao testar o transmissor:

No esquea de checar se a bateria est funcionando. Cuidado ao apertar o trimer para achar a freqncia, pois uma pea frgil e pode acabar quebrando. Ateno ferramenta utilizada para apertar o trimer, esta no pode ser de material condutor. Se no funcionar veja se as peas ainda esto soldadas placa, pois essas podem se soltar com o tempo. Observe se as peas esto no lugar certo e bem presas. Desencapar a extremidade da antena pode ajudar tambm.

* Bibliografia

http://www.feiradeciencias.com.br/sala15/index15.asp

http://pt.wikipedia.org/

Dicionrio Aurlio

/

Colgio Pedro II U.E. Centro

t:303

  • Daniel Justino 05
  • Edson Rodrigues 06
  • Leonardo Telles 14
  • Roberto Ferrari 22

Em 13 de dezembro de 2007.

Licena de distribuio:

Formalismo terico:

  • Bobina: Indutor que gera um campo eltrico e magntico.
  • Placa de cobre: Serve de base para construo do transmissor e condutor de energia eltrica.
  • Resistores: Limitam a intensidade de corrente eltrica.
  • Capacitores: Armazenam energia no campo eltrico.
  • Trimer: Determina a freqncia em que funcionar o transmissor.
  • Transistor: Controla o fluxo de energia.

Dicas de Construo:

-Corte a placa de cobre de preferncia com uma serrinha com certa inclinao de modo que no danifique a serrinha e seja mais rapido o trabalho. NO TENTE CORTAR A PLACA COM OS DENTES (rs). -Ferro de solda esquenta bastante, cuidado ao manuse-lo. -Tomar cuidado a todo instante, pois qualquer pea que solte ou fique mal colocada prejudica o funcionamento total ou parcial do transmissor. -O trimer muito frgil e suas pernas soltam com facilidade alm de se ter dois tipos de trimer no mercado. O maior o melhor por ser mais fcil de manusear. -A chavinha para mexer no trimer realmente importante e no pode ser condutora. As pessoas en geral no do muito valor a ela!

Bibliografia:

www.wikipedia.org/

www.comciencia.br/reportagens/fisica/fisica11.htm

Rio de Janeiro, 13 de Novembro de 2007.

Colgio Pedro II U.E. Centro t:303 Andr Lopes 02 Guilherme Carvalho 08 Luiz Fernando Bondi 17 Thales Pessoa 26

Licena de Distribuio: <a rel=“license” href=“http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.5/br/”> <img alt=“Creative Commons License” style=“border-width:0” src=“” /> </a> <br />Esta obra est licenciada sob uma <a rel=“license” href=“http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.5/br/”>Licena Creative Commons</a>.

Formalismo terico: Bobina: Gera um campo magntico e um campo eltrico. Transistor: Amplifica a onda. Antena: Faz com que as ondas se propaguem. Placa de cobre: condutor de energia eltrica e a base da construo do projeto. Trimer: Determina a frequncia em que o transistor est(ou no) funcionando. Resistor(es): Restringem a corrente eltrica.

Dicas de Construo: -O trimer muito frgil, ento na hora de testar o transmissor cuidado para no quebr-lo. -Arranje um jeito de ajustar o trimer ou com uma chave que pode ser comprada ou com um pedao de fsforo. -Verificar se a solda ficou boa para o transmissor funcionar direito. -Se o transmissor no est funcionando cheque se a bateria foi conectada… -Teste antes de apresentar o trabalho.

Referncias Bibliogrficas: www.wikipedia.org/ http://aprendendofisica.pro.br/pmwiki.php/Main/TrasmissorFm

Pagina modificada em 03 de fevereiro de 2008, às 09h31